Evite um currículo pau-para-toda obra

Evite um currículo pau-para-toda obra

A TV NUBE divulgou um vídeo com dicas do que devemos evitar ao elaborar um currículo.

Uma das dúvidas mais frequentes dos jovens em busca de uma colocação é a respeito do seu currículo. Qual a melhor forma de montá-lo, como dispor as informações e quais pontos enfatizar? Se você é inseguro no assunto, veja alguns conselhos importantes com a TV Nube, inclusive sobre aspectos a evitar no momento de organizar o documento.

Todo “curriculum vitae” precisa ter informações claras, objetividade e grafia correta para pré-aprovar o candidato à seleção. No entanto, observar somente isso não basta. Na opinião de recrutadores, algumas frases e expressões comumente usadas estão muito “batidas” ou, pior, indicam falta de qualificação. Conheça-as abaixo nas dicas de Cibele Sinico, especialista em carreira e empregabilidade, e entenda porque é melhor evitá-las.

1. “Estou disponível para qualquer oportunidade na empresa”

Deixar de definir o objetivo no currículo pode ser a primeira demonstração de fraqueza, ou ainda evidenciar a inexistência de especialidades ou qualidades próprias. Portanto, seja claro e defina o cargo ao qual pretende concorrer (ou delimite a sua área de atuação).

2. “Almejo o cargo de….”

Ao descrever o objetivo profissional, nunca coloque a palavra “almejo”, pois a mesma pode denotar imaturidade. Procure inserir somente a área ou a posição desejada, de maneira direta. Exemplo: “Objetivo: analista de vendas”.

3. “Sou uma pessoa proativa” ou “Sou um profissional criativo”

Não “pega bem” ficar enumerando qualificações as quais só podem ser comprovadas na prática. Em vez de dizer “tenho tal atitude”, simplesmente cite os resultados já levados por você às empresas para as quais trabalhou. Isso mostrará, de fato, quem você é.

4. “Eu acho…”

Assim como “eu acredito” e “eu suponho”, “eu acho” é uma expressão considerada duvidosa. Então, se quer demonstrar confiança ao recrutador, não use.

5. “Deixei meu último emprego porque…”

É desnecessário mencionar no currículo as razões pelas quais você saiu da empresa ou foi demitido. Deixe para responder ao entrevistador pessoalmente, quando for perguntado. Aqui se trata de um resumo das qualificações e as informações precisam ser objetivas e ‘vender’ o profissional

6. “Sou vegetariano”

Não é preciso revelar detalhes pessoais, do tipo “sou vegetariano” ou “pratico esportes três vezes por semana”.

Anotou as dicas? De agora em diante, mãos à obra! Seja verdadeiro e bem organizado na hora de montar o seu currículo, pois essa é a primeira etapa rumo à construção de sua carreira.

 

Categoria
Compartilhar
Conheça nossos cursos

Conheça
nossos
cursos

Graduação

Saiba mais

Pós-
Graduação

Saiba mais
  • Preencha os dados abaixo e receba nossa newsletter com as últimas novidades.