Alunos da Faculdade Bilac criam aplicativo para monitorar coral-sol

Alunos da Faculdade Bilac criam aplicativo para monitorar coral-sol

O aplicativo irá mapear a localização do coral-sol, que vem ameaçando o equilíbrio da biodiversidade marinha no litoral brasileiro

 

Alunos do último ano do curso de Ciências da Computação, da Faculdade Bilac estão desenvolvendo como Trabalho de Conclusão de Curso um aplicativo para monitoramento do coral-sol, que há alguns anos vem ameaçando destruir o ecossistema marinho no litoral brasileiro.

Sob orientação da Professora Angêla Saemi e em parceria com a ETEC de São Sebastião, o aplicativo tem como objetivo mapear o coral-sol, controlar e impedir a proliferação exagerada, que pode causar o desequilíbrio da biodiversidade marinha, levando a redução de outros tipos de corais, que servem de alimento para peixes e outros animais marinhos.

Utilização do aplicativo no coral

“O app poderá ser utilizado por mergulhadores profissionais e turistas, que ao mergulharem e identificarem o coral-sol deverão marcar sua localização para notificar os pesquisadores sobre a proliferação.”, explica a professora e orientadora do projeto.

O aplicativo apresentará também foto e todas as informações e especificações sobre o coral-sol para evitar erros na hora da identificação, já que existem outras espécies semelhantes. “Coletamos todos os dados e informações com a Etec de São Sebastião, para entendermos suas necessidades, já temos uma tela aprovada e começamos a implementação do aplicativo”, conta Gustavo Gonzaga, aluno de Ciências da Computação e um dos integrantes do projeto.

Os estudantes também estão desenvolvendo uma página na web que apresentará um conteúdo mais detalhado para os pesquisadores. “Na internet será gerado um mapa mostrando os locais mais afetados e um relatório, os pesquisadores poderão acessar informações mais específicas, como métricas, frequência, quantidade, área e quem foi o responsável pela identificação.”, explica Gustavo.

Como parte da metodologia ativa de ensino e aprendizagem valorizada pela Faculdade Bilac, com o protótipo em mãos, o grupo irá fazer um teste de campo em São Sebastião para comprovar o funcionamento do aplicativo. “A professora Angela tem nos ajudado muito como orientadora, e é muito legal e gratificante ser pioneiro em um projeto tão grande como esse, que irá tratar de um problema ambiental”, finaliza.

Inicialmente o aplicativo estará disponível para sistema Android e posteriormente também para o iOS.

 

Categoria
Compartilhar
Conheça nossos cursos

Conheça
nossos
cursos

Graduação

Saiba mais

Pós-
Graduação

Saiba mais
  • Preencha os dados abaixo e receba nossa newsletter com as últimas novidades.